Minério chinês ainda não impacta mercado siderúrgico brasileiro.


Minério de ferro na Ásia despencaram, segundo o órgão de planejamento estatal chinês ter alertado sobre manipulações de preços de commodities com a promessa de agir para conter negociações especulativas. o minério de ferro em Dalian (porto da província chinesa) já recuou mais de 20% desde um recorde de 1.358 yuanes (moeda local chinesa) atingidos em 12 de maio, esses níveis tem refletido em escala global, difundindo-se em bolsas de valores como de Cingapura, onde o contrato mais ativo do minério chegou a cair 7,5%, os preços do aço e outras matérias-primas também recuaram, com o vergalhão de aço na bolsa de Xangai recuando 3,6%.


De acordo com especialistas e economistas brasileiros, o avanço chinês no setor metalúrgico foi significativo, mas o ponto crítico tem sido pelo valor ao invês do volume de exportações, por este motivo, os economistas acreditam que é cedo para serem feitas previsões sobre o impacto. Acredita-se dois fatores na tendência de valorização do minério chinês.

O primeiro seria pela formação de estoque, devido ao cenário da pandemia, assim o mercado interno chinês diminuindo o consumo , provocando excedente e transferindo para o mercado internacional, o segundo seria um plano quinquenal de retomada de crescimento econômico.

A valorização e a desvalorização nos preços de cotação do mercado é uma cultura comercial chinesa, o mercado chinês tem como costume provocar mudanças nos padrões de altas e baixas de índices importantes para as bolsas internacionais, essa intenção seria para não dar a certeza de alta ou baixa ao mercado.



140 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
whatsapp1.png